Serviços on-line Seta

Setasc lança campanha de arrecadação para Fundo da Infância e Adolescência

Fonte: CenárioMT
Objetivo é mobilizar sociedade a doar parte do imposto devido para mudar realidade de jovens mato-grossenses

Foto de Reprodução

Com o lema “Faça sua declaração de amor”, a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) e o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (Cedca-MT) lançaram na manhã desta segunda-feira (25.02) a campanha estadual de arrecadação de recursos do imposto de renda 2019 para o Fundo da Infância e Adolescência (FIA).

O evento teve como objetivo incentivar e esclarecer dúvidas sobre o procedimento das doações que viabilizarão as ações do Fundo. A presidente do Cedca, Lindacir Rocha Bernardon, que participou da solenidade de abertura, agradeceu as parcerias e ressaltou a importância da iniciativa para o fortalecimento da campanha.

“Nós precisamos de uma campanha forte. O que nós percebemos é que no ano passado 97 munícipios estavam aptos a receber a arrecadação e que Cuiabá foi o município que mais arrecadou, mas os dados também mostram que apenas 197 pessoas da capital participaram da campanha. Precisamos conscientizar a sociedade na contribuição para mudar a realidade das crianças e adolescentes mato-grossenses”, disse.

A secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania, Rosamaria Carvalho, reforçou a necessidade da união de todos e o apoio aos fundos municipais. “Precisamos da ajuda de todos, junto aos contadores. É dever do Estado proteger a infância e adolescência e as questões que acabam afetando este público. Arrecadar para o fundo é uma maneira de garantir que este público esteja protegido”, salientou.

Para o presidente do Conselho Regional de Contabilidade, Manoel Lourenço de Amorim Silva, a participação do profissional de contabilidade é essencial na divulgação da campanha e para esclarecimento da sociedade.

“Esse é momento de conclamar a todos os profissionais de contabilidade do Estado, que levem essa informação, porque são muitos projetos que são aprovados e não são executados por falta de dinheiro. As pessoas precisam saber que na hora que for realizar a sua declaração elas podem destinar uma porcentagem para seu município, para custear todos esses projetos”, finalizou.

Ainda estiveram presentes as presidentes da Associação para Desenvolvimento dos Municípios de Mato Grosso (APDM), Tayane Castro; da Comissão da Infância e Juventude da Ordem dos Advogados e Conselheira do Cedca, Tatiane Barros Ramalho; o secretário municipal de Primavera do Leste, Eraldo Fortes; e a presidente da Comissão do Fundo da Infância, Tatiane Maria dos Santos da Silva.